Nerd Vision

Visão de raio X no mundo nerd!

John Boyega detona Disney

John Boyega critica a forma como personagem Finn e outras pessoas de cor foram tratados na trilogia da sequência de Star Wars, dizendo que eles foram deixados de lado nos filmes.

E esta afirmação o fez ser o assunto mais falado no Brasil, hoje no Twitter.

John Boyega critica a forma como Finn foi tratado na trilogia da sequência de Star Wars.

Apesar de tudo ter arrecadado mais de US $ 1 bilhão em bilheteria mundial, os três episódios da trilogia moderna da Disney provaram ser divisores por vários motivos.

O Último Jedi foi sem dúvida o mais polarizador do grupo, mas The Force Awakens e The Rise of Skywalker enfrentaram seu quinhão de críticas também.

No mínimo, a resposta aos filmes provou que é impossível agradar a todos os fãs de Star Wars – algo até J.J. Abrams estava bem ciente de quando fez The Rise of Skywalker.

Acontece que isso também se aplica aos atores de Star Wars.

John Boyega
John Boyega

Boyega não tem medo de falar publicamente sobre seus problemas com os novos filmes de Star Wars, como evidenciado por ele lançar sombra (e estragar) o polêmico beijo de Reylo em The Rise of Skywalker.

Ele também revelou que discordava de algumas das escolhas criativas feitas em O Último Jedi, particularmente quando se tratava da história de Finn e Rose.

E ele acredita que Finn poderia ter sido tratado muito melhor durante toda a trilogia.

John Boyega em entrevista a GQ

Em uma entrevista para a GQ, Boyega discutiu o tratamento inadequado de Star Wars para as pessoas de cor nos filmes, incluindo ele mesmo, Kelly Marie Tran, Oscar Isaac e Naomi Ackie.

Ele disse que Daisy Ridley e Adam Driver receberam “todas as nuances” em seus personagens, enquanto os outros foram deixados de lado:

[Mas] o que eu diria para a Disney é não trazer um personagem negro à tona, comercializá-lo para ser muito mais importante na franquia do que são e, em seguida, colocá-lo de lado. Não é bom. Eu vou dizer isso direto. Tipo, vocês sabiam o que fazer com Daisy Ridley, sabiam o que fazer com Adam Driver. Você sabia o que fazer com essas outras pessoas, mas quando se tratava de Kelly Marie Tran, quando se tratava de John Boyega, você sabe porra nenhuma. Então o que você quer que eu diga? O que eles querem que você diga é: ‘Gostei de fazer parte disso. Foi uma ótima experiência … ‘Nah, nah, nah. Vou aceitar esse acordo quando for uma ótima experiência. Eles deram todas as nuances a Adam Driver, todas as nuances a Daisy Ridley. Sejamos honestos. Daisy sabe disso. Adam sabe disso. Todo mundo sabe. Eu não estou expondo nada. ”

Você pode não concordar com o que ele diz, mas ele é corajoso ao dizer.

Como dissemos antes, Kathleen Kennedy forçou muito a barra nesta trilogia equivocada.