THE WITCHER Geralt será diferente na segunda temporada

Muitos programas de TV populares foram forçados a encerrar ou atrasar a produção, o que inevitavelmente prolongou seu retorno.

Um desses programas foi The Witcher, da Netflix, uma emocionante adaptação dos populares romances de fantasia do escritor polonês Andrzej Sapkowski que contam a história de Geralt de Rivia (Henry Cavill), um caçador de monstros conhecido como bruxo

A série estreou no serviço de streaming em dezembro de 2019, e os fãs aguardam ansiosamente o retorno do programa.

Principalmente desde que souberam do destino de Geralt sendo ligado a duas mulheres poderosas.

Estamos falando da feiticeira Yennefer (Anya Chalotra) e a princesa Cirilla (Freya Allen), também conhecida como Ciri.

Trailer da 2 temporada de The Witcher

Durante a primeira WitcherCon, uma celebração de todas as coisas do Witcher que aconteceu em 9 de julho, descobrimos que a tão aguardada segunda temporada já tem data de estreia na Netflix.

No entanto, quando o show retornar, veremos uma versão diferente de Geralt da que vimos na primeira temporada.

Em The Witcher, Geralt falará muito mais na 2ª temporada

The Witcher 2 temporada
The Witcher 2 temporada

Durante a primeira temporada de The Witcher, Geralt costumava sair por aí com poucas oportunidades de conversar.

Isso lhe deu a aparência de um homem que ouvia mais do que falava, algo que a estrela Henry Cavill disse que foi feito propositalmente.

“Achei melhor ser o homem que diz menos porque parece que ele está pensando mais. Essa era a intenção”, disse Cavill durante uma conversa com Josh Horowitz, da MTV. “Mas uma vez que você entra em um cenário com Cirilia, e os Bruxos e seu espaço doméstico e com aquelas pessoas que ele realmente conhece, então eu achei que você tinha que deixá-lo ser prolixo e filosófico e falar mais e ser intelectual . Porque é isso que ele é. Ele não é apenas um grande e velho bruto de cabelos brancos.”

À medida que a série e a narrativa se expandem na 2ª temporada, Geralt também se aproxima do homem que existe nas páginas dos romances e contos de Sapkowski.

“O importante nesta temporada foi trazer Geralt tão perto dos livros quanto a visão e o enredo permitiriam”, explicou Cavill.

“Eu queria que ele fosse mais prolixo, mais intelectual, mais representativo de um homem que viveu 70 anos e tem uma inclinação filosófica. E sim, [ele] pode ser deprimido às vezes, mas [ele] também é sábio. E ele é um cara legal, apesar do fato de ter momentos desagradáveis ​​e de ser muito capaz de cometer uma violência extraordinária.”

Cavill acrescentou que é “muito fácil cair na linha de [Geralt] ser o boneco de neve mal-humorado” e, embora haja humor nisso, ele e a equipe do “Bruxo” “queriam se afastar” disso.

A Netflix confirmou nesta sexta-feira (9) a data de estreia da segunda temporada da série “The Witcher“, estrelada por Henry Cavill.

O serviço de streaming anunciou que a nova leva de episódios estreia no dia 17 de dezembro