Nerd Vision

Visão de raio X no mundo nerd!

EA deixará o futuro de franquias nas mãos de seus estúdios

A EA colocará o futuro de suas franquias nas mãos de seus estúdios individuais, de acordo com um de seus executivos.

EA deixará o futuro de franquias nas mãos de seus estúdios
EA deixará o futuro de franquias nas mãos de seus estúdios

Em uma entrevista a IGN, a diretora-chefe dos estúdios da EA, Laura Miele, falou sobre o futuro das franquias do estúdio especificamente Titanfall e Star Wars Battlefront.

Durante a entrevista, Miele fala sobre como os desenvolvedores de Titanfall, têm controle total sobre a franquia.

Essa equipe determinará o que o futuro reserva para Apex Legends e Titanfall. Não acredito em direcionar ou dizer às equipes de jogos o que criar, tem que vir da comunidade de jogadores

Mesmo que o estúdio esteja aparentemente focado no desenvolvimento de Apex Legends, o battle royale ambientado no universo de Titanfall, provavelmente não é de se descartar nenhuma sequência possivel de Titanfall 2.

Apex acontece no mundo Titanfall e a equipe da Respawn está incrivelmente orgulhosa desse legado e marca atingida

Algo que Miele menciona várias vezes ao longo da entrevista é a reação inicial dos fãs a Star Wars: Battlefront 2, e como o feedback dos jogadores ajudou a transformar esse jogo em algo completamente diferente do que foi lançado pela primeira vez.

Quando assumi este papel de liderança no estúdio, os jogadores estavam incrivelmente insatisfeitos com este jogo, tínhamos assumido o compromisso de entregar conteúdo à comunidade, mas não tínhamos membros da equipe designados para cumprir essas promessas. Criamos conteúdo gratuito para os jogadores porque era a coisa certa a se fazer e senti que devíamos isso à nossa comunidade de jogadores

Durante a entrevista, Miele também mencionou o anúncio de desmantelamento do Anthem Next, especificamente para que a EA pudesse desviar a atenção e os esforços para outras franquias importantes como Mass Effect e Dragon Age, que Miele diz ter sido uma medida para ajudar a alocar tempo e recursos para esses jogos .

Ela fez uma ressalva dizendo que “a EA intervirá e tomará decisões conforme necessário”, mas deixou claro que os desenvolvedores “recebem a agência” para criar os jogos que desejam fazer.