Autor de BATMAN VS SUPERMAN afirma que Batman seria mais sombrio

Autor de Batman vs Superman revela que a Warner Bros. tinha uma versão ainda mais sombria do Batman de Ben Affleck no roteiro original

O lançamento de Liga da Justiça de Zack Snyder fez com que muitos fãs da DC reexaminassem o papel da Warner Bros. em ofuscar a visão criativa de Snyder para Batman vs Superman e Liga da Justiça.

Autor de BATMAN VS SUPERMAN afirma que Batman seria mais sombrio
Autor de BATMAN VS SUPERMAN afirma que Batman seria mais sombrio

Em uma nova entrevista, o escritor de Batman vs Superman e Liga da Justiça, Chris Terrio, admite a ironia de sua versão do Batman de Ben Affleck sendo criticada como sombria e violenta demais – quando o estúdio queria levar as coisas ainda mais longe!

Em sua primeira entrevista real sobre como trabalhar no Snyderverse da DC Films, Terrio explicou sua frustração com a reação contínua à sua versão de Batman.

No entanto, da forma como Terrio conta, foi ele que ironicamente desafiou a Warner Bros. com o arco inicial de Batman de Affleck, mas não corrigiu ou redimiu a justiça do vigilante violento de nenhuma forma até o final do filme:

O estúdio parecia tomar esta posição depois de Batman vs Superman de que minha escrita era muito sombria e que isso era problema deles.

Mas o que eles não mencionaram foi que, por exemplo, no rascunho do roteiro do Batman vs Superman que a WB havia desenvolvido – [que foi] o rascunho que recebi quando entrei no projeto – Batman não estava apenas marcando os criminosos com uma marca de morcego, ele também encerrou o filme com a marca de Lex Luthor.

Como sabemos agora, uma sequência no final de Batman v Superman (Ultimate Edition) mostra Batman se esgueirando para visitar Lex Luthor de Jesse Eisenberg na prisão.

Aparentemente, aquele momento foi na verdade uma colina pela qual Terrio estava disposto a morrer ao comparar as notas com o estúdio:

Esse final foi um ponto sobre o qual eu fui explicitamente para o tatame com o estúdio várias vezes. Argumentei que Batman não pode terminar o filme continuando com esse comportamento, o que equivalia à tortura, porque então o filme estava endossando o que ele fez.